Quais são os tipos de nematoides de solo e como evitá-los?

 

Você sabe o que são nematoides de solo? Eles são vermes de diversos tamanhos que existem em grande quantidade no solo e na água. Na maior parte das vezes, são parasitas de plantas, insetos e animais.

 

Os que se instalam em plantas medem entre 0,3 mm a 3 mm e são chamados de fitonematoides. O formato do corpo é cilíndrico, pouco alongado e tem as extremidades afiladas.

 

A maioria dos tipos de nematoides vive em solos agrícolas. Grande parte dessa comunidade tem predileção em se alimentar das raízes de vegetações. Por vezes, eles causam doenças e, por permanecerem nas raízes, são classificados como endoparasitas.

 

Quer conhecer com mais profundidade os tipos de nematoides de solo e saber o que fazer para evitá-los? Continue lendo e confira!

 

Quais são os tipos de nematoides de solo?

 


Meloidoyne heterodera

 

Os Meloidoynes heterodera são do gênero nematoide das galhas. Eles se desenvolvem, engrossam as raízes e criam nódulos, como tumores. Isso faz com que o sistema radicular tenha deficiências e dificulte a absorção da água e dos nutrientes, de modo que essas carências afetam o crescimento das plantas.

 

 

Globodera

 

A nematoide Globodera rostochiensis é um cisto de cor amarelada que aparece na raiz, tem forma esférica e mede entre 0,5 mm e 1 mm. É uma praga que ataca as plantas da família solanáceas, da qual a batata faz parte.

 

Os sintomas da espécie não são imediatos na parte superior da planta, por isso, o diagnóstico é tardio. No entanto, é possível perceber a doença quando as plantas apresentam clorose e ficam murchas nos horários mais quentes do dia, crescendo pouco devido ao problema hídrico e à má nutrição.

 

 

Pratylenchus

 

São conhecidos como nematoides das lesões radiculares. As fêmeas desovam no solo ou na raiz e, em seguida, inicia-se o parasitismo. Durante a alimentação dos nematoides nas raízes, eles injetam secreções tóxicas no interior das células. Após a saída, ocorrem lesões necróticas e as células das raízes morrem.

 

 

Rodopholus

 

O Rodopholus é um nematoide cavernoide. Ele tem dimorfismo sexual evidente e os seus ciclos duram, em média, de três a quatro semanas, provocando lesões necróticas de cor vermelha nas raízes rizomas que têm partes necróticas rasas. Eles atacam, normalmente, a cultura da banana desde os cachos pequenos.

 

Rotylenchulus


O Rotylenchulus é conhecido como nematoide reniforme. Depois que os ovos eclodem, as filhas crescidas se direcionam para as raízes das plantas hospedeiras. Essa espécie não penetra totalmente na raiz. Com o decorrer do tempo, o corpo da fêmea cresce e fica em formato de rim. Por isso, são chamados reniformes.

 

 

Nacobbus


É um nematoide que se reproduz por anfimixia. Os juvenis migram via intracelular no córtex ao lesioná-lo. As fêmeas, na fase adulta, ao se alimentarem e colocarem ovos, ficam obesas e tornam-se sedentárias. Os ovos são colocados na parte externa da raiz e o ciclo se completa em cinco semanas a 25°C. Então, começam a surgir galhas nas raízes, que, por sinal, são bem visíveis.

 

 

Tylenchulus


Esse tipo de nematoide existe em grande número no Brasil. É da espécie T. semipenetrans, conhecido como nematoide de citros.

 

Os ovos são colocados na parte externa das raízes, que, ao chegarem à fase juvenil, depois de algumas ecdises, dão origem aos nematoides adultos. Os sintomas são percebidos em longo prazo, pois, apesar de muito disseminado, o número de espécie é baixo. Para que ela se propague, são necessários anos de reprodução.

 

 

Como evitá-los?


Para que o desenvolvimento das plantações evolua de forma adequada e a vegetação esteja saudável durante a colheita, é fundamental tomar algumas medidas para evitar os nematoides, como:

 

  • utilize mudas sadias;
  • evite o plantio em solos contaminados;
  • mantenha o terreno sem restos de culturas anteriores.

 

Como percebemos, os nematoides de solo são vermes que podem causar grandes prejuízos à lavoura. Mas é possível erradicá-los ao fazer o diagnóstico exato e atacá-los por meio de defensivos fitonematoides e nematicidas químicos, ao fazer a rotação de cultura etc. Ao tomar os devidos cuidados, as plantações futuras terão maior probabilidade de gerar bons resultados.

 

 

Gostou das informações do artigo? Então, que tal curtir a nossa página no Facebook? Assim, você poderá acompanhar as nossas postagens.