Conheça os benefícios do uso da tecnologia na produção de soja

 
 
4 minutos para ler
 

A tecnologia sempre foi bem-vinda ao agronegócio. Na produção de soja, os efeitos foram muito benéficos, melhorando os resultados de forma a se tornar indispensável.

 

Assim, não se considera o cultivo de soja no mundo atual sem a utilização de técnicas e equipamentos modernos em todas as fases da produção. As melhores produtividades têm sido fruto da tecnologia aplicada ao campo.

 

Continue a leitura e conheça os benefícios do uso da tecnologia na produção de soja.

 

 

Maior produtividade

 

Uma das principais características da tecnologia aplicada ao agronegócio é a sua capacidade de promover melhorias na produtividade. Com a soja, esse estímulo é ainda mais verdadeiro e facilmente percebido.

 

Assim, por tratar-se de cultura geralmente conduzida em grandes extensões, o aproveitamento é mais visível e significativo. Isso ocorre em razão de os pequenos avanços resultantes do uso de tecnologia se transformarem em grandes volumes.

 

Dentre as diversas tecnologias que impactaram a produtividade da soja, podem ser destacadas aquelas relativas ao melhoramento genético e ao maquinário. Além disso, ressalta-se o aperfeiçoamento dos controladores, que permitem regulagem precisa de máquinas agrícolas na adubação e no plantio, entre outras.

 

 

Otimização dos insumos

 

A cultura da soja, além das próprias sementes para o plantio, faz uso de diversos insumos desde o preparo do solo, especialmente de adubos e defensivos. Todos, de maneira geral, são utilizados em grandes quantidades, em razão do cultivo extensivo da leguminosa.

 

Desse modo, um bom controle que otimize o seu emprego e aprimore a precisão no consumo é capaz de trazer grandes vantagens para o produtor. Na verdade, como referido antes, os modernos controladores são responsáveis em parte pela melhoria da produtividade.

 

Além disso, a redução de custos promovida pela racionalização do uso, evitando desperdícios, é um dos melhores benefícios. Assim, a tecnologia propiciando sensores estrategicamente instalados em adubadeiras e plantadeiras, por exemplo, assim como os controladores referidos, propiciou essa otimização nos insumos agrícolas.

 

 

Redução dos impactos ambientais

 

A tecnologia aplicada ao agronegócio permitiu que se aprimorasse a arte do cultivo com melhor preservação dos solos. Assim, técnicas como o plantio direto representam uma garantia para a qualidade dos solos, tanto de sua estrutura como de sua biodiversidade.

 

Do mesmo modo, uma irrigação sem controle adequado poderia provocar perdas irreversíveis no solo. Processos de salinização, como já ocorreram em muitas regiões do país, são responsáveis pela desertificação de milhares de hectares antes produtivos.

 

Por sua vez, o controle otimizado de fertilizantes e defensivos agrícolas com intervenções planejadas reduz significativamente a quantidade de produtos químicos lançados no ambiente. Desse modo, o solo, os corpos d’água e os produtos agrícolas padecem bem menos de efeitos residuais.

 

 

Criação de variedades resistentes

 

A tecnologia aplicada ao melhoramento genético vegetal permitiu o desenvolvimento de variedades mais resistentes e produtivas. Com isso, é possível obter produções melhores com custos menores.

 

Além disso, variedades resistentes permitem maior amplitude de área de cultivo. Isso significa que regiões antes não cultivadas podem ser aproveitadas porque as novas variedades se comportam bem em termos de clima, altitude ou pragas e doenças, por exemplo.

 

Com isso, além de conhecer os benefícios trazidos pela tecnologia à produção de soja, é importante permanecer atento e informado. O mundo tecnológico é muito dinâmico e o agronegócio, a todo momento, é brindado com inovações vantajosas.

 

 

Entre em contato conosco e conheça os produtos originais FertiSystem.