Planejamento de plantio: saiba qual a importância e como fazê-lo

 
4 minutos para ler
 

Quem não quer o melhor retorno no momento da colheita dos grãos? Se você também deseja um resultado melhor em sua lavoura, saiba que, antes mesmo de fazer o primeiro sulco na terra para receber as sementes, é necessário ter um bom planejamento de plantio.

 

Por mais que plantar e colher possa parecer um processo simples, ele requer uma atenção especial a uma série de pequenos detalhes, que poderão ser fundamentais para o sucesso de sua produção. Como qualquer empresa, a vida no campo requer planejamento e disciplina para ter melhores resultados.

 

Para que você entenda um pouco mais o que é esse planejamento e como fazê-lo da melhor forma, preparamos este artigo. Confira!

 

 

O que é planejamento de plantio?

 

O planejamento de plantio nada mais é do que considerar todas as variáveis que podem influenciar a produtividade da lavoura. Veja alguns dos itens que envolvem o planejamento do plantio e que, se devidamente observados, podem representar um grande ganho produtivo:

 

  • condições climáticas;
  • qualidade do solo e da semente;
  • mão-de-obra para o plantio e colheita;
  • condições do maquinário;
  • logística de transporte;
  • análise de mercado.

 

Qual a importância de fazer esse planejamento?

 

Fazer o planejamento correto do plantio, como em outras áreas, permite compreender melhor o processo e estar preparado para qualquer adversidade que possa ocorrer. Com o planejamento, é possível delimitar o caminho a ser percorrido, reduzindo erros e otimizando o tempo e os recursos utilizados. Ao final do processo, é possível ter maior ganho com menos investimento.

 

 

Que benefícios ele traz para o produtor de uma forma geral?

 

Um produtor que saberá qual etapa terá de percorrer entre o plantio e a colheita terá melhores resultados. Com um planejamento bem executado, será possível escolher melhores sementes de acordo com o solo, fazer o plantio da melhor época do ano e ter a colheita no momento certo em que há melhor preço de mercado.

 

 

Como fazer esse planejamento de forma adequada?

 

Estudar o mercado, conhecer o processo produtivo, escolher o tipo de semente ideal para sua região e tipo de solo são alguns dos pontos primordiais no planejamento. Outros detalhes importantes são:

 

  • revisão das máquinas no momento de ociosidade;
  • compra da semente no momento certo para se conseguir melhor preço;
  • verificação do melhor momento da venda da produção. Nesta fase, é fundamental ainda o auxílio de um técnico ou engenheiro agrônomo, que saberá dar as melhores orientações ao produtor.

 

 

O que considerar ao fazê-lo?

Um bom planejamento de plantio considera ainda alguns detalhes para cada safra, permitindo que o melhor retorno seja obtido durante a colheita. Para isso, esteja atento aos seguintes fatores.

 

 

O que produzir

 

Tudo vai depender da época do ano, do tipo do solo e de quais os recursos que você possui disponíveis para investimento. Analise ainda qual o retorno sobre o investimento que deseja obter. Com base nessas questões é que você decidirá o que produzir.

 

 

Quantidade

 

A decisão sobre quanto terá de produzir está diretamente ligada ao que será produzido, qual a área disponível e se haverá mercado para o volume que resultará na colheita. Considere ainda a qualidade do solo, já que às vezes é melhor produzir menos e ter melhor resultado do que fazer alto investimento e ter baixo retorno.

 

 

Prazo

 

Cada cultura tem seu tempo entre o plantio e a colheita. Isso deve estar diretamente ligado ao seu planejamento no momento de colocar a semente na terra, para já saber qual será a hora de movimentar as máquinas para a colheita.

 

 

Qualidade

 

Não produza apenas por produzir. Tenha sempre em mente que quanto melhor for sua colheita e a qualidade dos grãos, melhor preço de mercado seu produto terá e maior respaldo frente aos compradores. Por isso, jamais abra mão da qualidade, já que isso estará diretamente ligado ao seu nome.

 

Como você pode observar, com um bom planejamento é possível otimizar a produção e reduzir os custos envolvidos no processo. No final, terá um excelente resultado financeiro e produtos de melhor qualidade.

 

 

Gostou do nosso conteúdo e quer ficar por dentro das próximas postagens? Siga as nossas páginas no Facebook e no LinkedIn.

Veja também